quarta-feira, 27 de maio de 2015

Entrevista com a escritora Ingrid Callado

Oi Ingrid! Estou muito contente por conhecer mais uma escritora 
da cidade de Jaboatão – Pernambuco! Seja bem-vindo ao mudo dos loucos sãs! J


Fala pra gente quando surgiu a vontade de escrever Vida Obscura?

Foi por causa da minha irmã mais nova. Escrevi o livro como uma forma de incentivo a leitura. E funcionou! Hoje ela é uma leitora voraz.

Por que escrever sobre vampiros?
Sempre fui fascinada por tudo que é sobrenatural. Mas os vampiros são os meus preferidos. Do Nosferatu ao Damon Salvatore!

Algum dos seus personagens foi inspirado em pessoas conhecidas?

Nicole tem alguns traços da minha personalidade. E os outros personagens tem um pouquinho de alguns amigos meus. Mas nenhum deles foi baseado inteiramente em alguém.

Por que Nicole é tão perversa? Ela é uma vampira feliz ou amarga como muitas outras?

Eu diria que ela é muito fechada, e por não conseguir se abrir com os que a cercam, ela extravasa dessa forma. Sendo perversa.

Antes de Nicole conhecer Alexander, ela tinha uma vida, vamos dizer assim… obscura?

O lado obscuro tem mais a ver com o passado dela do que com o presente.






Para você como escritora, o que acha desse “poder” de construir estórias?

Acho incrível como as pessoas tem criatividade para criar mundos novos. Escritores como J K Rowling, Tolkien, Lewis e Rick Riordan são quase deuses para mim. A forma como criaram todo um universo rico em detalhes só para colocar o leitor lá dentro da história é simplesmente incrível.
Fico feliz em adentrar esse universo literário como escritora, e espero um dia criar um universo fantástico como esses escritores que tanto admiro.

Qual sua expectativa com o lançamento do seu livro? Para quando, onde? Nos conte tudo! J

É a realização de um sonho de infância, então minha expectativa está lá em cima. Estou bem otimista em relação ao lançamento, mas também tem aquele medinho, tipo: “Será que vão gostar?” Acho que é normal.
 A data e o local ainda estão sendo acertados. Mas, em breve será divulgado.

Se você pudesse definir, com uma frase, esse momento de realizar o sonho de publicar um livro, o que você nos diria?

Que valeu a pena não desistir no primeiro “não”.


Tem uma frase da Oprah que não sai da minha cabeça. “The biggest adventure you can take is to live the life of your dreams”. Que define bem o que estou vivendo agora. E isso tudo é o resultado de muita persistência.